segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010


Todo mundo tem um espelho. Aliás, todo mundo é um espelho, mas esse espelho que nós temos e somos quase nunca nos traz coisas boas. Às vezes a gente se espelha em pessoas erradas, a gente se vê e se encontra em pessoas erradas e sabe o que isso quer dizer? Que por muitas vezes somos errados. E além do espelho mostrar o que você é, o espelho em qual a gente se vê não mente. Você pode ver nele todos os seus defeitos. E o espelho também é a sua consciência. Toda vez que você errar, você vai olhar pro espelho e o espelho vai refletir exatamente a imagem do erro que você cometeu. A nossa consciência por muitas vezes é esquecida, mas não há como se esquecer do espelho. Todo mundo necessita de um. E nem sempre é um espelho que reflete a sua imagem. Às vezes ele é um espelho inspirador. Você olha pra ele e quer se ver e ser exatamente como ele é, mas esses espelhos inspiradores não são como os outros espelhos. Os espelhos inspiradores tem defeitos muito feios, eles mentem e enganam. Te iludem, depois te fodem. Usam a sua imagem pra sua própria condenação. Nunca acredite em espelhos inspiradores. Acredite nos espelhos reais que te mostram aquilo que você é com todas as qualidades e defeitos vísiveis.

Um comentário:

Rataxés disse...

A verdade liberta. Ela é uma poderosa arma.